quinta-feira, fevereiro 16, 2012

Historinha pós-carnaval - Renata Virtuoza













Em apenas três meses dei a volta por cima, perdi o peso que ganhei em dois anos e ainda fiquei linda para desfilar de biquíni no próximo verão!


Uma história de motivação para as jacadas pós-carnaval!


A blusa, a saia, a calcinha e o sutiã estavam jogados bem no meio do chão da sala. Eu estava completamente nua e solitária, chorando diante do espelho. Naquela madrugada, eu precisava me olhar daquele jeito e lamentar por cada parte do meu corpo. Eu estava com 84 quilos e, entre um pneu e outro, conseguia ver a minha tristeza. Já fazia dois anos que eu só engordava. É, dois anos em que eu não conseguia superar a dor pela morte do meu pai em uma cirurgia de ponte de safena. Eu tinha chegado no meu limite: era a hora de voltar a cuidar de mim...



Quem me vê hoje com 53 quilos não imagina que a cena do espelho ocorreu há apenas três meses. Perdi dez quilos por mês. Minha vida não foi mais a mesma depois daquela noite. Em menos de 90 dias parei de me afogar em batata chips, chocolates e biscoitos recheados e eliminei 31 quilos. De quebra, resgatei a autoestima. Eu renasci.

Fui ao nutricionista

Procurei o nutricionista no dia seguinte àquela conversa que tive com o meu corpo diante do espelho. Recebi uma lista de alimentos que deveria passar a consumir, além de um programa de exercícios. Como ela incluía várias coisas de que eu não gostava, decidi fazer algumas pesquisas na internet e refazer o cardápio do meu jeito.


Montei uma lista de alimentos

Fiz uma lista com 12 alimentos que descobri serem poderosos para regular o intestino, dar sensação de saciedade e ainda de quebra eliminar a vontade de comer doce! Montei uma lista de alimentos Arroz integral, repolho, suco de laranja, barra de cereais, iogurte light... Fiz uma lista com 12 alimentos que descobri serem poderosos para regular o intestino, dar sensação de saciedade e ainda de quebra eliminar a vontade de comer doce! Com um novo cardápio, meia hora de caminhada diária e muita força de vontade, eu deixei de ser reconhecida como a ''encorpada'', a ''fortinha'' e todos aqueles apelidos que mulher gorda recebe. Também não sou de ferro: todo domingo me permito um belo pedaço de lasanha ou de alguma outra gostosura. Ainda é difícil aceitar a morte do meu pai. A maior diferença é que eu não permito que o luto por ele tire a minha vontade de viver e cause sofrimento ao meu corpo. Meu pai certamente gostaria de me ver feliz como estou hoje.





8 comentários:

  1. Precisa de uma história dessa pra me animar...bjsss

    ResponderExcluir
  2. oie..
    esa hbistoria é muito bacana..adorei ter lido isso..
    mostra que nós tbm somos capazes de mudar nosso corpo nao eh..
    entao bola pra frente e chega de escorregadas no final de semana...
    bjaooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Bethynha!
      vamos juntas hoje e sempre!
      bjosss

      Excluir
  3. Menina que arrasoooooooo..
    Amei te conhecer mais !!!
    Linda de viver...adorei as dicas!
    Beijooooossssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Amore!!!
      que bo que gostou, fico muito contente em compartilhas as materias e as pessoas se identificarem!!!
      vamos juntas...
      ah nao consegui postar no seu site!
      bjokas

      Excluir
  4. Isso ae, basta DETERMINAÇÃO! Vamos em frente!
    ¨hj é dia de pesagem do desafio, tô esperando por vc! Beijoos

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Tb estou no Projeto não Tenho Escolha, da Mili.
    Estou te seguindo, qdo puder passa lá no meu blog.
    http://fantasticomundodananda.blogspot.com/

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Excelente história..DEu vergonha de me ver aqui querendo 3 quilos a menos e parece que to carregando pedra. É só querer! Parabens p essa linda!!!
    Bjbj Cris.

    ResponderExcluir